Blog

Destaques

judo-martial-arts

Nossas Origens!

O WJC é um movimento, uma manifestação, um grito da comunidade do Judô e de todos os apaixonados pelas artes marciais representado pelo evento e

Leia mais »

Nossas Origens!

judo-martial-arts

Compartilhe:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on linkedin

O WJC é um movimento, uma manifestação, um grito da comunidade do Judô e de todos os apaixonados pelas artes marciais representado pelo evento e idealizado pelos seus fundadores.

Em qualquer grupo, comunidade ou esporte, não podemos ser membros passivos e apenas esperar que as organizações, mídia ou governos resolvam todos os nossos problemas. A inovação sempre veio com a inquietude de alguém que pensou diferente e, mais do que isso, foi em frente, fez acontecer, movimentou, uniu e colocou pessoas com os mesmos objetivos batalhando por um só ideal.

Acreditamos que toda a estrutura nacional e internacional do Judô é dirigida para a valorização de sua tradição e para ciclos olímpicos, grand slams, entre outros campeonatos que compõem os calendários tradicionais. O que acreditamos que funcione e, que sim, seja o papel deles, por mais que haja desacordos por algumas políticas, regras ou preferências pessoais que acabam influenciando os atletas que representam o nosso país, sendo não necessariamente, os melhores atletas que temos no Brasil.

E qual é o nosso papel? E o quanto eu já fiz pelo Judô além de lutar? Quanto já investi do meu tempo e intelecto para mudar algo? Para criar mais oportunidades dentro do Judô? O quanto o Judô contribui para formação da pessoa/profissional que sou hoje e o quanto retribui de volta?

Pensando nisso, e olhando com profunda admiração por todas as artes marciais, pelo fenômeno do MMA e, especialmente, o evento UFC, observando o tamanho e proporção que o BJJ tomou, pelo quanto ele movimento economicamente em eventos regionais, o número de marcas de vestuário que surgiram, franquias de academias e como isso reflete em uma fábrica de talentos. Por outro lado, incomodados de ver esportes com histórias mais recentes e um espetáculo esteticamente muito menos atrativo que o Judô, com menos atletas praticantes e menos ex-atletas, refletindo em um mercado e uma demanda potencial muito menor que o Judô, é que nasce o WJC, o primeiro movimento para posicionar o Judô como entretenimento e, principalmente, um negócio altamente rentável para investidores e para distribuir renda entre atletas, senseis e academias.

Queremos que o Judô seja visto, seja respeitado e admirado como merece por todos os amantes de artes marciais. E essa não é uma missão só das federações e confederações, é uma missão nossa!

É esse o ponto que muda todo o jogo! Se criarmos um show, se alcançarmos audiência notável, se tivermos coragem de nós mesmos investirmos no “business” Judô, todas as marcas, a iniciativa privada e, claro, o público comprarão essa ideia também.

O primeiro passo é nosso!

Com a atração de audiência, público, marcas, iniciativa privada, patrocinadores e investidores, o que temos a ganhar? Para onde esse movimento quer caminhar?

Queremos criar um evento forte, com parceiros fortes, para engajar atletas de alto nível e grande potencial para que eles sejam grandes referências do nosso esporte e para todos, desde as crianças iniciantes até os ex-atletas da modalidade.

A nossa meta é prospectar patrocínios e renda para o atleta, transformá-lo em um verdadeiro influenciador na área da saúde, bem-estar e alto rendimento, destacar o nome de seu sensei e academia para que toda a cadeia possa se manter rentável e cada vez mais lucrativa.

Outro conceito importante é a descentralização! A descentralização preza por aumentar as chances e oportunidades, com a criação de rankings, ligas paralelas e projetos de base. Com isso, esperamos ampliar o conceito de meritocracia com equiparação das condições de competição de forma justa para que todos possam chegar ao topo.

O WJC, junto com a comunidade do Judô, precisa trabalhar para promover essa equiparação com acesso à renda, patrocínios e serviços de qualidade para todos os atletas para que o nível do nosso Judô seja ainda melhor! Trabalharemos para que o atleta de seleção tenha cada vez mais trabalho para manter a sua posição frente aos competidores e, assim, queremos também promover objetivos comuns das federações e confederações.

Integração! O Judô precisa inovar e se integrar com os demais esportes entendendo seu espaço no mundo atual. O mundo de MMA é consolidado e, por incluir todos os artistas marciais sob uma mesma perspectiva, o Judô também precisa se posicionar com destaque dentro das principais artes, já que é fundamental na formação de grandes campeões e lendas do esporte que testam a efetividade das artes combinadas.

O Judô, junto com outras modalidades, como o Grappling, Wrestling, Submission, JJ, etc., é a arte fundamental para transições para o chão e, por isso, um dos nossos objetivos é integrar o Judô aos demais esportes e promover aprendizados entre essas artes para proporcionar novas oportunidades para os nossos atletas, além de reconhecimento e valorização dos nossos treinadores e do esporte como um todo. E com isso ampliarmos nosso público impactado exponencialmente entre estas modalidades.

Queremos que empresários, empreendedores e futuros empreendedores amantes do Judô sigam o nosso exemplo e invistam tempo, recursos e apostem conosco no Judô.

Temos uma das maiores demandas latentes, um super mercado potencial ansioso e no aguardo por marcas e produtos modernos, com propostas, conteúdos dinâmicos e interativos que respeitem a tradição e promovam o Judô. Invista no Judô, aposte no esporte, apoie essa paixão! Não existe um grande evento sem grandes atletas, portanto vamos criar juntos grandes estrelas e promover o esporte que amamos! 

1. Diminuir o desperdício de talentos e a perda de foco de grandes atletas com grande potencial;

2. Criar “estrelas”/”heróis”, atletas e influenciadores que sirvam de exemplo no esporte, na comunidade fitness, na saúde e como cidadãos para toda a sociedade, assim como aprendemos desde pequenos com a prática do Judô;

3. Ampliar a visibilidade e penetração do Judô como esporte olímpico, ferramenta de mudança social, instrumento de disciplina fundamental para a sociedade, mas, principalmente, como show e entretenimento em um movimento de vanguarda, equilibrando tradição com inovação;

4. Estimular carreiras e empresas de sucesso lucrativas e de alta rentabilidade no Judô e fazer do Judô um negócio atrativo para que cada vez mais marcas e novos empreendedores invistam tempo e dinheiro no esporte e tenham cada vez mais retorno com isso;

5. Descentralizar a verba entre atletas de base, atletas de alta competividade e de ponta, senseis e academias, estimulando que estes se tornem grandes referências e contribuam para a promoção dos valores e dos investidores, patrocinadores e apoiadores no esporte;

6. Integrar o Judô ao novo mundo de artes marciais mistas com papel de respeito e destaque, gerar mais oportunidades para atletas de forma a estimular suas carreiras e abrir essas mesmas portas para academias, senseis, etc.;

7. E, por fim, como resultado de tudo isso, criar para o Judô um evento moderno, que representa tudo que foi falado e que gere premiações financeiras dos mais altos patamares, que desperte o interesse de espectadores apaixonados pelas lutas em geral, por esportes e de atletas de todas as modalidades;

0
    0
    Your Cart
    Your cart is emptyReturn to Shop